publico

p3

antena3

lecool

Acerca de mim

A minha foto


anafcgil@hotmail.com
www.anagillustrations.com
www.instagram/anagillustrations.com


23 de abril de 2012

' as minhas músicas por debaixo, das portas'

no Auditório Padre Carlos Alberto, Baga&The les big macs || Walter Benjamin, a 21 de Abril de 2012


há noites que têm como matéria, o sonho.
tudo o que se ouviu, veio de dentro da imaginação e fez perguntas:
quão rápido anda o amor? ou, como é, essa nossa casa que imaginamos?


Walter Benjamin, não esteve sozinho. nem a sua companhia fora um desperdício. antes pelo contrário.
a mais valia, de ter o privilégio de partilhar o mesmo sono, num sonho, de um sábado em abril.



 “ If you wait for me
 In the land of dreams
 that we’ve made
 If i wait for you
 You will dance with me
 And I will dance with you ”


21 de abril de 2012

'temos tudo o que é estudo, emprego zero'

no Bar Europa, Capicua na Optimus Discos, a 12 de Abril de 2012


"temos tudo o que é estudo, emprego zero (...) seremos nós os hérois?"


façamos um rewind no cenário do hiphop de sotaque do norte.
de sermos todos gordos com os Mind De Gap ou de apanharmos com os Dealema, o Expresso do Submundo aos cuspidores MatoZoo; Capicua recua e vai buscar o que os 7PM preconizaram desde o início do século:
"das palavras aos (pr)actos".

nesta noite, viveu-se a "vida como no primeiro dia". Capicua foi corrosiva, atenta e lider desta guerrilha cor de rosa de MC's, ou seja, de Marias Capaz. Contudo, a firmeza dos versos, deram também lugar às palavras mais doces. A Casa no Campo é por certo, a canção que Elis Regina mais gosta de ouvir ser rappada. Talvez por ela, ter sonhado, com uma. Talvez uma, que idealizo também.



"um filho, um livro, um disco, uma árvore,
dois amigos, dois umbigos, unidos num chão de mármore,
quatro tempos, quatro ventos, dentro de quatro paredes,
debaixo de um chão de estrelas,
a nossa cama de rede"


'café é amor, faz-me ser Michael Jac-k-són!'

na Pensão do Amor, Lucas Bora-Bora, na Optimus Discos, a 12 de Abril de 2012

desde 2008, que estava para ouvir a café, novamente, além Roma. a música portuguesa esteve soberba e de noitada no Cais. Lucas Bora-Bora, apresentou-se num tom exótico e jocoso, em que "se a virgindade é virtood/ não há Marias em Hollywood". Da América do Norte, viajando para sul, Agenor Neto, esteve presente. E para minha surpresa, Exagerado seria pensar que iria ouvir o público cantá-la. 

~

"café, é perspectiva
se dentro não corre nada, o Kerouac passou na Brasileira, antes de se fazer à estrada,
dê-me um café prá veia, dê-me uma ideia, uma bomba pró coração"


sete mil novecentos e quatorze

Largo da Academia das Belas Artes, 25 de Fevereiro de 2012, já a primavera ia larga.

~
" (...) Então Abril chega e é só mais um mês,
 e a primavera rebenta cada vez mais distante
 dos nossos gestos. Não contamos os cabelos,
 mas vê-se bem que são cada vez menos
 e a juventude, essa foi uma piada que na altura
 não entendemos, e agora é já um pouco tarde
 para nos começarmos a rir.
 Estas coisas acontecem por uma boa razão,
 acho eu. Mas o meu timing continua a não ser
 dos melhores. Até por aí
 me achego mais a versos, nestes cadernos
 de exercícios onde marcamos encontros às cegas
 em lugares onde às tantas até é indiferente
 se mais alguém virá ou não." ~ dvp